logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro

Enquete

O que você achou do nosso novo site?

ÓTIMO

MUITO BOM

BOM

REGULAR

Notícias

05/03/2018

TIRADENTES DO SUL MOBILIZA PRODUTORES E LIDERANÇAS NA BUSCA POR SUPERAR CRISE NO LEITE

       

A Câmara de Vereadores de Tiradentes do Sul esteve lotada na tarde da última sexta-feira (02), para a realização de uma audiência pública que debateu a profunda crise que assola o setor produtivo do leite no Estado. Agricultores familiares e lideranças presentes ao evento, foram unânimes em reconhecer que é preciso uma ampla mobilização para exigir dos governos estadual e federal mudanças na legislação, redução das importações, maior incentivo ao setor por meio de financiamento e uma política que garanta um preço mínimo ao produto, com maior segurança jurídica na relação entre empresa e produtor rural.

 

O engenheiro agrônomo da Secretaria da Agricultura de Tiradentes do Sul, Elói Luft, apresentou alguns dados que demonstram com clareza o grande impacto negativo que a recessão na atividade leiteira causa ao município, o que pode ser refletivo na realidade de outros municípios da região.No último ano, cerca de 20% dos agricultores que trabalhavam na bovinocultura de leite abandonaram a atividade. Hoje, são cerca de 489 produtores, com uma produção de 63.880 litros/dia. O leite representa 30% de retorno à economia do município, o que totaliza cerca de R$ 2.400.000,00 mensais que circulam localmente.

 

Nos últimos seis meses, de acordo com Elói, com a baixa de R$ 0,40 no preço do litro pago ao produtor, cerca de R$ 4.600.000,00 deixaram de circular na realidade econômica e social do município.

 

O prefeito de Tiradentes do Sul, Alceu Diel, agradeceu o empenho do grupo de trabalho que está articulando esse debate, composto por diferentes entidades representativas, como o poder público, as cooperativas de crédito e agropecuárias, Emater e Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar. “O município, com essa mobilização, está dando um exemplo e servindo de estímulo para que toda a região esteja comprometida com esta causa”, afirmou.

 

Quem também se manifestou foi o presidente da Amuceleiro e prefeito de Chiapetta, Éder Both, aproveitou a audiência pública para expor aos agricultores o estudo que os 21 municípios estão realizando, sobre os impactos que a crise no leite tem causado em termos econômicos e sociais, e a busca pela formatação de um decreto coletivo de calamidade, que possa de alguma forma atenuar as perdas que os municípios vêm apresentando nesse último período.

 

Para a presidente do Sintraf de Tiradentes do Sul, Cleonice Bach, o governo precisa definir se o país se mantém como produtor de leite, ou se adota o regime de importação. Para ela, se não acontecer uma política de intervenção por parte do governo, no mercado, regulando uma série de questões que prejudicam o desenvolvimento do setor, não haverá mudanças. “A família que trabalha com o leite precisa de incentivo. De apoio. Os custos de produção não podem continuar crescendo, enquanto a renda gerada pela atividade é muito inferior. Não podemos mais pagar para trabalhar”, desabafou.

 

O Grupo de Trabalho – GT Leite, formado em Tiradentes do Sul e que promoveu em conjunto a audiência pública de hoje, é integrado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura; Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar – Sintraf; Emater; Cotricampo; Cotrimaio; Sicredi e Cresol.

 

Fonte: Radio Alto Uruguai FM

Cadastre-se

Cadastre-se aqui e receba o nosso informativo via e-mail

Campo obrigatório
Campo obrigatórioFormato de e-mail inválido

Agenda de Eventos


    Nenhum evento para os próximos dias!