logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro

Enquete

O que você achou do nosso novo site?

ÓTIMO

MUITO BOM

BOM

REGULAR

Notícias

22/01/2019

GESTORES COMEÇAM A SE ORGANIZAR PARA XXII MARCHA, QUE SERÁ REALIZADA EM ABRIL

       

As expectativas do movimento municipalista para o novo Congresso Nacional e governo federal, que completará 100 dias de gestão durante a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, estarão no centro dos debates de um dos maiores eventos políticos do país. A união por um Brasil melhor é o tema central desta edição e deve orientar as discussões entre autoridades e mais de sete mil gestores locais. A mobilização será em Brasília, dos dias 8 a 11 de abril.

 

Vale destacar que, neste ano, a Marcha será realizada antes do período em que normalmente ocorre, em maio. Para facilitar o planejamento orçamentário e pessoal das prefeituras e câmaras de vereadores e auxiliar na organização do próprio evento, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) aconselha aos gestores a se inscreverem com antecedência.

 

Participante assíduo da Marcha, o prefeito de Dom Feliciano (RS), Clênio Boeira da Silva, já garantiu sua participação e as reservas de hotéis e passagens, que, segundo ele, saem mais em conta se feitas antes. Em seu segundo mandato – o primeiro foi de 2009 a 2012 -, ele destaca que esteve em todas as edições como gestor do Município gaúcho.

 

Pauta


Ao lembrar a trajetória do evento e as conquistas, cita o 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de julho e de dezembro e o Imposto Sobre Serviços (ISS), pleitos da gestão local que tiveram avanço com a mobilização. Para o prefeito, 2019 vai exigir união dos gestores municipais, como propõe a edição da Marcha, que terá um grande diferencial, considerando o contexto político.

 

“É uma pauta grande, que, a cada ano, vai se conquistando mais uma coisa. E agora a grande interrogação é como o novo governo vai definir essas relações com o municipalismo. Vamos evoluir ou vai haver um retrocesso? Só conseguiremos ter essa leitura na Marcha”, acredita. Silva espera acompanhar a reação do novo Executivo em relação as reivindicações municipais e a luta do movimento. “Entendem como positivo para o país? É uma nova linha de pensamento que assumiu o Brasil. Então é de extrema importância estarmos aqui para mostrar nossa força. Se vierem três, quatro mil prefeitos, como normalmente vêm, vão nos olhar com outros olhos”, argumenta.

 

Promovida pela CNM, a Marcha se firmou como a maior mobilização nacional de prefeitos, secretários, vereadores e de todo o quadro da gestão local. Em quatro dias de evento, eles apresentam as demandas da administração municipal aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário federais, trocam experiências, se atualizam e se capacitam nas diversas áreas – saúde, educação, finanças, assistência social e etc.

 

Valores e categorias


A menos de três meses para a edição de 2019, a CNM alerta para o período de inscrições e descontos especiais para contribuintes e para quem confirmar presença nos próximos 60 dias. Prefeitos de Municípios com a contribuição em dia são isentos da taxa. Vice-prefeitos, secretários, vereadores, primeiras-damas e outros agentes municipais de Entes contribuintes pagarão R$ 350 se a inscrição ocorrer até 22 de março. Depois dessa data, o valor sobe para R$ 400.

 

Ao Município que trouxer mais de dez participantes, será concedida isenção do pagamento para um agente municipal. Já representantes de localidades não contribuintes pagam de R$ 2.000 a R$ 3.300, de acordo com o cargo e o período da inscrição. Confira os valores

 

Fonte CNM

 

Cadastre-se

Cadastre-se aqui e receba o nosso informativo via e-mail

Campo obrigatório
Campo obrigatórioFormato de e-mail inválido

Agenda de Eventos


    Nenhum evento para os próximos dias!