logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro
logomarca da amuceleiro

Enquete

O que você achou do nosso novo site?

ÓTIMO

MUITO BOM

BOM

REGULAR

Notícias

26/03/2021

ANTECIPAÇÃO DA VACINAÇÃO PARA PROFESSORES E PROFISSIONAIS DAS FORÇAS DE SEGURANÇA SERÁ AVALIADA PELA CÂMARA TÉCNICA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

       

As solicitações da Famurs pela inclusão dos profissionais de segurança e educação nos grupos prioritários de vacinação serão avaliadas na próxima segunda-feira (29/3) em reunião da Câmara Técnica do Ministério da Saúde.

 

As solicitações da Famurs pela inclusão dos profissionais de segurança e educação nos grupos prioritários de vacinação serão avaliadas na próxima segunda-feira (29/3) em reunião da Câmara Técnica do Ministério da Saúde. O pedido foi realizado por diversas entidades.

 

Durante a assembleia virtual do Conselho Nacional de Secretários Estaduais da Saúde (Conass), os gestores estaduais, inclusive a secretária da Saúde do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann, se posicionaram pela avaliação da antecipação da vacinação de professores e de profissionais das forças de segurança.

 

O assunto será pautado na próxima segunda-feira (29/3) em reunião da Câmara Técnica do Ministério da Saúde, conforme foi acordado com a coordenadora do Plano Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fontana.

 

Mesmo já tendo feito o pedido na última reunião com o governador Eduardo Leite, realizada na sexta-feira (19/3), a Famurs, através do presidente Maneco Hassen reforçou nesta semana a solicitação de incluir os profissionais de segurança nos grupos prioritários da vacinação, através de ofício enviado ao governo do Estado, pois entende que os servidores públicos estão atuando na linha de frente e precisam de contato social para desempenharem o trabalho de proteger as comunidades e atuar na fiscalização para cumprimento dos protocolos. A Famurs também solicitou no dia 13.01 que os profissionais de educação fossem incluídos no plano nacional de vacinação contra a covid-19.

 

A secretária Arita Bergmann disse que esta avaliação deverá levar em conta os critérios técnicos do Plano Nacional de Imunizações (PNI), que é elaborado com base em dados epidemiológicos. Ela informou que o colegiado de secretários consideram que essa antecipação só poderá ser realizada depois que todos os idosos forem vacinados.

 

A antecipação da vacinação destes grupos já ocorreu em alguns Estados da federação.



Com informações da Secretaria de Saúde do RS

 

Fonte FAMURS

Cadastre-se

Cadastre-se aqui e receba o nosso informativo via e-mail

Campo obrigatório
Campo obrigatórioFormato de e-mail inválido

Agenda de Eventos


    Nenhum evento para os próximos dias!